Premiação

MTV Movie Awards – Indicados

A premiação do canal jovem é, sem dúvida, o maior termômetro de blockbusters. O que o público jovem tanto gosta? Alice de Tim Burton terá forces para lutar contra a franquia Crepúsculo e os projetos individuais de seus protagonistas? Todas essas dúvidas serão sanadas no dia 6 de junho, quando acontece a premiação. Quer votar? Visite o site do Movie Awards, veja os vídeos e escolha!Por agora, a lista completa de indicados.

BEST MOVIE (voting stays live throughout the 2010 Movie Awards ceremony)
Alice In Wonderland
Avatar
Harry Potter and the Half-Blood Prince
The Hangover
The Twilight Saga: New Moon

BEST FEMALE PERFORMANCE
Amanda Seyfried – Dear John
Emma Watson – Harry Potter and the Half-Blood Prince
Kristen Stewart – The Twilight Saga: New Moon
Sandra Bullock – The Blind Side
Zoe Saldana – Avatar

BEST MALE PERFORMANCE
Channing Tatum – Dear John
Daniel Radcliffe – Harry Potter and the Half-Blood Prince
Robert Pattinson – The Twilight Saga: New Moon
Taylor Lautner – The Twilight Saga: New Moon
Zac Efron – 17 Again

BEST BREAKOUT STAR
Anna Kendrick – Up in the Air
Chris Pine – Star Trek
Gabourey Sidibe – Precious: Based on the Novel Push by Sapphire
Logan Lerman – Percy Jackson and the Olympians: The Lightning Thief
Quinton Aaron – The Blind Side
Zach Galifianakis – The Hangover

BEST COMEDIC PERFORMANCE
Ben Stiller – Night at the Museum: Battle of the Smithsonian
Bradley Cooper – The Hangover
Ryan Reynolds – The Proposal
Sandra Bullock – The Proposal
Zach Galifianakis – The Hangover

BEST VILLAIN
Christoph Waltz – Inglourious Basterds
Helena Bonham Carter – Alice In Wonderland
Ken Jeong – The Hangover
Stephen Lang – Avatar
Tom Felton – Harry Potter and the Half-Blood Prince

BEST FIGHT
Beyoncé Knowles vs. Ali Larter – Obsessed
Hugh Jackman and Liev Schreiber vs. Ryan Reynolds – X-Men Origins: Wolverine
Logan Lerman vs. Jake Abel – Percy Jackson and the Olympians: The Lightning Thief
Robert Downey Jr. vs. Mark Strong – Sherlock Holmes
Sam Worthington vs. Stephen Lang – Avatar

BEST KISS
Kristen Stewart and Robert Pattinson – The Twilight Saga: New Moon
Kristen Stewart and Dakota Fanning – The Runaways
Sandra Bullock and Ryan Reynolds – The Proposal
Taylor Swift and Taylor Lautner – Valentine’s Day
Zoe Saldana and Sam Worthington – Avatar

BEST WTF MOMENT
Betty White – The Proposal, Cops a Feel
Bill Murray – Zombieland , Bill Murray?! A Zombie?!
Isabel Lucas – Transformers: Revenge of the Fallen, Unexpected Transformation
Ken Jeong – The Hangover , Naked Trunk Surprise
Megan Fox – Jennifer’s Body, Vomits a Mysterious Black Ooze

GLOBAL SUPERSTAR (New Category)
Robert Pattinson
Kristen Stewart
Taylor Lautner
Johnny Depp
Daniel Radcliffe

BEST SCARED-AS-SH**T PERFORMANCE (New Category)
Alison Lohman – Drag Me To Hell
Amanda Seyfried – Jennifer’s Body
Jesse Eisenberg – Zombieland
Katie Featherston – Paranormal Activity
Sharlto Copley – District 9

BIGGEST BADASS STAR (New Category)
Rain
Angelina Jolie
Channing Tatum
Sam Worthington
Chris Pine


Oscar 2010 – Vencedores

Melhor ator coadjuvante
Christoph Waltz, “Bastardos Inglórios”

Melhor animação
“Up – Altas Aventuras”

Melhor canção original
“Crazy Heart”, com “The Weary Kind”

Melhor roteiro original
“Guerra ao Terror”

Animação em Curta Metragem
“Logorama”

Melhor documentário de curta-metragem
“Music by Prudence”

Melhor Filme em curta metragem
“The new tenants”

Melhor maquiagem
“Star Trek”

Melhor roteiro adaptado
“Preciosa”

Melhor atriz coadjuvante
Mo’Nique, “Preciosa”

Melhor direção de arte
“Avatar”

Melhor figurino
“A Jovem Victoria”

Melhor Edição de Som
“The Hurt Locker”

Melhor Mixagem de Som
“The Hurt Locker”

Melhor fotografia
“Avatar”

Melhor trilha sonora
“Up – Altas Aventuras”

Efeitos Especiais
“Avatar”

Melhor documentário de longa-metragem
“The Cove”

Melhor edição
“Guerra ao Terror”

Melhor filme estrangeiro
“O Segredo de Seus Olhos”, Argentina

Melhor ator
Jeff Bridges, “Crazy Heart”

Melhor atriz
Sandra Bullock, “The Blind Side”

Melhor diretor
Kathryn Bigelow, “Guerra ao Terror”

Melhor filme
“Guerra ao Terror”


Live Oscar

Acompanhe nossos palpites aqui: Oscar 2010

Participantes do Live: @fer_imperio, @uil_ @cassita @naughtyfinger @fabioallves @andreahiranaka@vanessav @mialmeida e @hipotermia


Perfil – @naughtyfinger

Twitter: @naughtyfinger

Quer conhecer mais? Drama Kingdom

Qual o filme da sua vida?
O Piano

Se fosse um personagem do cinema, quem seria?
Patch Adams (E graças a Deus tenho um CRM pra isso!)

Melhor filme
Bastardos Inglórios. Tarantino na sua melhor fase.

Melhor Diretor
Quentin Tarantino. Ninguém dirige melhor um roteiro de Quentin Tarantino que o próprio Tarantino.

Melhor Ator
Colin Firth merecia um Oscar só pelo trailer do filme

Melhor Atriz
Tal qual a Piaf de Marion, a Julia de Meryl Streep é inesquecível

Melhor Ator Coadjuvante
Christoph Watlz – “That´s a Bingo!!!!”

Melhor Atriz Coadjuvante
Mo´nique: Agressiva e Memorável

Melhor Animação
And “Up” we go. Pixar sempre!

Melhor Roteiro Original
Hitler não poderia ter um final mais glorioso e criativo – Bastardos Inglórios

Melhor Roteiro Adaptado
Eu jamais votaria em outro nome senão Nick Hornby. Educação.


Oscar 2010 – Melhor Atriz

Quam será que leva o Oscar de melhor atriz? Atuações marcantes por atrizes muito boas: façam suas apostas.

Sandra Bullock, em The Blind Side

Sandra Bullock recebeu muitos elogios por este papel. A atriz queridinha da América conseguiu se reinventar e explorar toda a dramaticidade no papel de uma mulher que adota um menino sem-teto e o ajuda a se transformar num astro do futebol americano.

Helen Mirren, em A Última Estação

A atriz faz a esposa de Tolstoi no filme The Last Station. O filme traz a cinebiografia do último ano de vida do clássico escritor russo e do seu casamento turbulento com a condessa Sofya.

Carey Mulligan, em Educação

Carey vive uma adolescente dos anos 60 que se apaixona por um homem mais velho, vivido  por Peter Sarsgaard. Filha de um pai rígido, Jenny, sua personagem, terá sua rotina quebrada após conhecer um homem mais velho e sofisticado, que se encanta com a graciosidade da garota.

Gabourey ‘Gabby’ Sidibe em Preciosa

Claireece Precious Jones é uma garota do subúrbio que, além de obesa, sofre violência doméstica e abuso sexual do próprio pai. Como se não bastasse, Precious teve um bebê com síndrome de Down, fruto desta relação incestuosa, e está grávida de mais uma criança, também dele. O filme é baseado no romance Push do escritor americano Sapphire.

Meryl Streep em Julie & Julia

O filme é uma verdadeira aula de boa interpretação e de culinária. Ele fala sobre duas mulheres de épocas diferentes, apaixonadas por culinária e que decidem dedicar grande parte de suas vidas a transmitir seus conhecimentos.


Oscar 2010 – Melhor canção

Novidade da Disney, musical… O prêmio de melhor canção no Oscar de 2001 terá grandes músicas para serem tocadas e lembradas. A princesa e o Sapo trata-se do retorno da Disney ao mundo dos clássicos e das princesas e tem duas canções concorrendo, uma delas com toda a aura de New Orleans, onde a história de Tiana acontece. Com elas, concorre “Take it All”, de Nine, o musical inspirado na obra de Fellini. No páreo, também estão “Paris 36″ e “Weary Kind”, que embala o filme Crazy Heart.

Ouça e cante junto para estar afiado no dia 7 de março!

A Princesa e o Sapo – “Almost There”

A Princesa e o Sapo – “Down in New Orleans”

Paris 36 – “Loin de Paname”

Nine – “Take It All”

Crazy Heart  – “The Weary Kynd”


Oscar 2010 – Roteiro Original

A lista de indicados a Melhor Roteiro Original não tem grandes novidades, mas todos os indicados de fato merecem estar lá. Este é um dos prêmios que garante boa briga, pois os indicados são roteiros que receberam muitos elogios da crítica. Difícil definir um favorito aqui. Escolha o seu palpite:

Guerra ao Terror

Mais um da saga dos filmes sobre a Guerra do Iraque, Mark Boal traz uma história com uma visão diferenciada da guerra. Além do retrato fiel da guerra, com suas angústias e dramas de quem conta os segundos como forma triunfal contra a morte, o diferencial do filme está em ter uma mulher na direção, Kathryn Bigelow, que também concorre ao Oscar de melhor direção.

Bastardos Inglórios

O filme sobre a Segunda Guerra de Tarantino. Uma sensação entre os fãs, e muito merecido estar entre os indicados, uma vez que o trabalho do cineasta ao combinar histórias de opressão, infames, verídicas e heróicas. deste período de maneira sublime. O forte de Bastardos Inglórios são os estereótipos divertidos e como sempre, polêmicos. O filme ainda recebeu mais cinco indicações.

O mensageiro

O filme, sobre a Guerra do Vietnã, traz a história de dois soldados que são mensageiros das mortes para as famílias. Eles percorrem o país avisando os parentes dos acontecimentos. Harrelson aparece como o superior, que chega até a se envolver com uma viúva.


Um Homem Sério

Larry Gopnik (interpretado por Michael Stuhlbarg) é um professor de física em uma universidade do Centro-Oeste que corre o riscco de perder o emprego, é traído por sua esposa que está deixando-o para viver com um de seus colegas. Ele também sustenta um irmão vagabundo e os seus filhos não são exemplos de boa educação. O filme é escrito e dirigido pelos irmãos Cohen.

Up

Pixar já cansou de provar que sabe fazer animação. A cada obra, um novo desafio superado. Já provou também que animação não é apenas coisa de criança. E Up assina embaixo disso tudo com o inovador protagonista idoso que quer levar sua casa amarrada em balões de hélio para a maior aventura de sua vida. Personagens esféricos, momentos extremamente emocionantes e risada fácil, Up ainda contou no Brasil com o talento de Chico Anysio no papel do protagonista.


Oscar 2010 – Melhor maquiagem

Na categoria, apenas três indicações. Os clássicos A Jovem Victória e o italiano Il Divo e Star Trek, de J. J. Abrams. Indicações nada surpreendentes pra uma categoria que busca, em tempos de efeitos especiais que substituem a maquiagem, como Avatar, destacar trabalhos épicos ou mesmo trabalhos que diferenciem seres humanos.

Il Divo
O Filme ítalo-frances se passa em plena década de 40, com a história do primeiro ministro Giulio Andreotti. Totalmente desconhecido do grande elenco, aposta na caracterização de personagens reais próximas dos tempos atuais, que sempre primam pela precisão.

A Jovem Victoria
Também épico, o filme se passa em plena Era Vitoriana. Com a bela Emily Blunt no papel título, tem como trunfo maior se passar em uma época clássica que agrada à academia e se permitir um trabalho mais apurado e refinado.

Star Trek
Na ponta oposta, J. J. Abrams reconstruiu universos e colocou lado a lado, dois astros como o mesmo Spock: Zachary Quinto e Leonard Nimoy. O resultado é um filme que reacende a franquia e retoma toda a estética original, inclusive a maquiagem, item que pode ser trunfo para o filme.


Oscar 2010 – Melhor Figurino

Damos início aqui aos posts sobre os indicados ao Oscar 2010 com os devidos comentários sobre as indicações. A primeira categoria é a de figurino, que destaca pricipalmente as produções históricas, sempre preocupadas com os detalhes ára garatnir a verossimilhança. Este ano, ainda com um filme sobre Coco Chanel, o figurino não pode ser desvalorizado.

Os indicados:

Brilho de uma Paixão

Jane Campion, de “Piano”, regressa às produções cinematográficas com Bright Star. O filme trata-se de uma história biográfica do escritor John Keats e suas correspondências apaixonadas para Fanny Brawne, sua vizinha, no início do século XIX. Apesar de terem muito pouco em comum, eles iniciam uma inesperada mas duradoura amizade que rapidamente se transforma num amor sem limites, que tem a poesia como linguagem principal.

Coco Antes de Chanel

Audrey Tatou vive Gabrielle “Coco” Chanel, no filme que conta a história da famosa estilista, desde o momento que ela é deixada com a irmã no orfanato, passando pela época em que se torna cantora de cabaré e depois costureira, onde descobre a paixão pela moda e cria uma das marcas mais imponentes da história da alta costura. Uma rebelde que considera as convenções de sua época opressoras e prefere usar as roupas dos homens com quem se envolve, e não se apaixona por eles.

O Imaginário do Dr. Parnassus

Dr.Parnassus (Christopher Plummer) é um contador de histórias que juntamente com seu grupo de teatro viaja pelo mundo realizando apresentações, mostrando ao público um mundo totalmente novo e imaginário através de um espelho mágico que fica no meio de seu palco. Em troca da imortalidade acaba fazendo um pacto com Nick (Tom Waits), que é o diabo, em que promete sua filha quando ela completasse 16 anos, caso tivesse uma. Tony (Heath Ledger), o novo integrante da companhia de teatro tenta ajudar Parnassus a desfazer esse contrato, e salvar Valentina (Lily Cole), a filha dele.

Nine

Rob Marshall traz para os cinemas o novo musical sensação de Hollywood. Nine é baseado e 8 ½ , filme autobigráfico de Federico Fellini, e conta os conflitos da vida de Guido Contini (Daniel Day-Lewis), um cineasta, rodeado de mulheres que definem seus caminhos, como Stephanie (Kate Hudson); Luisa Contini, sua esposa (Marion Cottilard); Carla, sua amante (Penelope Cruz), sua musa (Nicole Kidman), sua mãe (Sophia Loren) e a prostituta que o iniciou (vivida por Fergie). Uma lista caprichada.

A Jovem Victoria

“The Young Victoria” é do diretor canadense Jean-Marc Vallée, e busca trazer a história até então pouco conhecida dos anos da juventude da Rainha Vitória, do Reino Unido, uma das monarcas mais imponentes da história mundial. Emily Blunt, a secretária ambiciosa de “O Diabo Veste Prada”, se sai muito bem no papel. É inevitável comparar sua história com a de Elizabeth: menina inocente cresce à margem de imensas intrigas palacianas, deve enfrentar conspirações internas para subir ao trono e nele se manter, além de, finalmente, definir o que fazer com sua vida amorosa.


Oscar 2010 – Indicados

Melhor filme
“Avatar”
“The Blind Sinde”
“Distrito 9″
“Educação”
“Guerra ao Teror”
“Bastados Ingflórios”
“Preciosa”
“Um Homem Sério”
“Up – Altas Aventuras”
“Amor Sem Escalas”

Melhor diretor
James Cameron, “Avatar”
Kathryn Bigelow, “Guerra ao Terror”
Quentin Tarantino, “Bastardos Inglórios”
Lee Daniels, “Preciosa”
Jason Reitman, “Amor Sem Escalas”

Melhor ator
Jeff Bridges, “Crazy Heart”
George Clooney, “Amor Sem Escalas”
Colin Firth, “A Single Man”
Morgan Freeman, “Invictus”
Jeremy Rennet, “Guerra ao Terror”

Melhor atriz
Sandra Bullock, “The Blind Side”
Helen Mirren, “The Last Station”
Carey Mulligan, “Educação”
Gabourey Sidibe, “Preciosa”
Meryl Streep, “Julie & Julia”

Melhor ator coadjuvante
Matt Damon, “Invictus”
Woody Harrelson, “The Messenger”
Christopher Plummer, “The Last Station”
Stanley Tucci, “Um Olhar do Paraíso”
Christoph Waltz, “Bastardos Inglórios”

Melhor atriz coadjuvante
Penelope Cruz, “Nine”
Vera Farmiga, “Amor Sem Escalas”
Maggi, “Crazy Heart”
Anna Kendrick, “Amor Sem Escalas”
Mo’Nique, “Preciosa”

Melhor animação
“O Fantástico Sr. Raposo”
“Coraline e o Mundo Secreto”
“Up – Altas Aventuras”
“A Princesa e o Sapo”
“The Secret of Kells”

Melhor roteiro original
“Guerra ao Terror”
“Bastardos Inglórios”
“The Messenger”
“Um Homem Sério”
“Up – Altas Aventuras”

Melhor roteiro adaptado
“Distrito 9″
“Educação”
“In the Loop”
“Preciosa”
“Amor Sem Escalas”

Melhor filme estrangeiro
“Teta Assustada”, Peru
“A Fita Branca”, Alemanha
“O Profeta”, França
“Ajami”, Israel
“O Segredo de Seus Olhos”, Argentina

Melhor direção de arte
“Avatar”
“O Imaginário do Dr. Parnassus”
“Nine”
“Sherlock Holmes”
“A Jovem Victoria”

Melhor fotografia
“Avatar”
“Harry Potter e o Enigma do Príncipe”
“Guerra ao Terror”
“Bastardos Inglórios”
“A Fita Branca”

Melhor figurino
“Brilho de uma Paixão”
“Coco Antes de Chanel”
“O Imaginário do Dr. Parnassus”
“Nine”
“A Jovem Victoria”

Melhor edição
“Avatar”
“Distrito 9″
“Guerra ao Terror”
“Bastardos Inglórios”
“Preciosa”

Melhor maquiagem
“Il Divo”
“Star Trek”
“A Jovem Victoria”

Melhor trilha sonora
“Avatar”
“O Fantástico Sr. Raposo”
“Guerra ao Terror”
“Sherlock Holmes”
“Up – Altas Aventuras”

Melhor canção original
“A Princesa e o Sapo”, com “Almost There”
“A Princesa e o Sapo”, com “Down in New Orleans”
“Paris 36″, com “Loin de Paname”
“Nine”, com “Take It All”
“Crazy Heart”, com “The Weary Kind”

Melhor documentário de longa-metragem
“Burma VJ”
“The Cove”
“Food, Inc”
“The Most Dangerous Man in America”
“Which Way Home”

Melhor documentário de curta-metragem
“China’s Unnatural Disaster: The Tears of Sichuan Province”
“The Last Campaign of Governor Booth Dardner”
“Music by Prudence”
“Rabbit à la Berlin”


Bafta 2010 – Indicados

Considerado o Oscar inglês, o Bafta (British Academy of Film and Television Arts) 2010 indicou Avatar como seu grande nome, com oito possíveis prêmios. Distrito 9 recebeu sete e Bastardos Inglórios e Up in the Air, com seis. A premiação acontece no dia 21 de fevereiro. Confira os indicados nas principais categorias.

Melhor Filme

“Avatar”
“Educação”
“Guerra ao Terror”
“Preciosa”
“Amor sem Escalas”

Diretor

James Cameron, por “Avatar”
Neill Blomkamp, por “Distrito 9″
Lone Scherfig, por “Educação”
Kathryn Bigelow, por “Guerra ao Terror”
Quentin Tarantino, por “Bastardos Inglórios”

Ator

Jeff Bridges, “Crazy Heart”
George Clooney, “Amor sem Escalas”
Colin Firth, “A Single Man”
Jeremy Renner,”Guerra ao Terror”
Andy Serkis, “Sex & Drugs & Rock & Roll”

Atriz

Carey Mulligan, “Educação”
Saoirse Ronan, “Um Olhar do Paraíso”
Gabourey Sidibe, “Preciosa”
Meryl Streep, “Julie & Julia”
Audrey Tautou, “Coco Antes de Chanel”

Ator Coadjuvante

Alec Baldwin, “Simplesmente Complicado”
Christian McKay, “Me and Orson Welles”
Alfred Molina, “Educação”
Stanley Tucci, “Um Olhar do Paraíso”
Christoph Waltz, “Bastardos Inglórios”

Atriz coadjuvante

Anne-Marie Duff, “Nowhere Boy”
Vera Farmiga, “Amor sem Escalas”
Anna Kendrick, “Amor sem Escalas”
Mo’nique, “Preciosa”
Kristin Scott Thomas, “Nowhere Boy”

Roteiro Original

Jon Lucas e Scott Moore, por “Se Beber, Não Case”
Mark Boal, por “Guerra ao Terror”
Joel e Ethan Coen, por “Um Homem Sério”
Quentin Tarantino, por “Bastardos Inglórios”
Bob Peterson e Pete Docter, por “Up – Altas Aventuras”

Roteiro Adaptado

Neill Blomkamp e Terri Tatchell, por “Distrito 9″
Nick Hornby, por “Educação”
Jesse Armstrong, Simon Blackwell, Armando Iannucci e Tony Roche, por “In the Loop”
Geoffrey Fletcher, por “Preciosa”
Jason Reitman e Sheldon Turner, por “Amor sem Escalas”

Filme Estrangeiro

“Coco Antes de Chanel”
“Os Abraços Partidos”
“Let the Right One In”
‘A Prophet’;
“A Fita Branca”

Animação

“Coraline”
“O Fantástico Sr. Raposo”
“Up – Altas Aventuras”


Globo de Ouro 2010 – Vencedores

Pra você que foi dormir e perdeu o Globo de Ouro – e, de verdade, foi extenso demais e nem tão divertido assim – mas não abre mão de saber quem levou o que, a lista completa dos ganhadores desse ano. Amanhã, nossos comentários do que de melhor aconteceu na premiação!

Best Performance by an Actress in a Supporting Role in a Motion Picture
- Mo’Nique for Precious: Based on the Novel Push by Sapphire

Best Performance by an Actress in a Television Series – Musical or Comedy
- Toni Collette for “United States of Tara”

Best Performance by an Actor in a Supporting Role in a Series, Mini-Series or Motion Picture Made for Television
- John Lithgow for “Dexter”

Best Animated Film
- Up

Best Performance by an Actor in a Television Series – Drama
- Michael C. Hall for “Dexter”

Best Performance by an Actress in a Television Series – Drama
- Julianna Margulies for “The Good Wife”

Best Original Song – Motion Picture
- Crazy Heart: T-Bone Burnett, Ryan Bingham(“The Weary Kind”)

Best Original Score – Motion Picture
- Up: Michael Giacchino

Best Mini-Series or Motion Picture Made for Television
- Grey Gardens

Best Performance by an Actress in a Motion Picture – Musical or Comedy
- Meryl Streep for Julie & Julia

Best Performance by an Actor in a Mini-Series or a Motion Picture Made for Television
- Kevin Bacon for Taking Chance

Best Performance by an Actress in a Mini-Series or a Motion Picture Made for Television
- Drew Barrymore for Grey Gardens

Best Screenplay – Motion Picture
- Up in the Air: Jason Reitman, Sheldon Turner

Best Performance by an Actor in a Television Series – Musical or Comedy
- Alec Baldwin for “30 Rock”

Best Foreign Language Film
- Das weisse Band – Eine deutsche Kindergeschichte

Best Television Series – Drama
- “Mad Men”

Best Performance by an Actress in a Supporting Role in a Series, Mini-Series or Motion Picture Made for Television
- Chloë Sevigny for “Big Love”

Best Performance by an Actor in a Supporting Role in a Motion Picture
- Christoph Waltz for Inglourious Basterds

Best Director – Motion Picture
- James Cameron for Avatar

Best Television Series – Musical or Comedy
- “Glee”

Best Motion Picture – Musical or Comedy
- The Hangover

Best Performance by an Actress in a Motion Picture – Drama
- Sandra Bullock for The Blind Side

Best Performance by an Actor in a Motion Picture – Musical or Comedy
- Robert Downey Jr. for Sherlock Holmes

Best Performance by an Actor in a Motion Picture – Drama
- Jeff Bridges for Crazy Heart

Best Motion Picture – Drama
- Avatar


Globo de Ouro 2010

Globo de Ouro 2010


Globo de Ouro 2010 – Melhor Atriz em Musical/Comédia

Os destaques das interpretações femininas nos musicais e comédias estão entre as indicados ao Globo de Ouro. As atrizes no páreo são todas veteraníssimas. Sandra Bullock, que busca uma premiação pela primeira vez, para coroar sua extensa carreira; Marion Cottilard, mostrando a que veio; e Meryl Streep, com duas indicações.

Sandra Bullock em A Proposta

Sandra Bullock é Margaret, executiva de uma firma que pode ser deportada ao Canadá, então ela sugere ao seu assistente Andrew ( Ryan Reynolds), que até então era maltratado por ela, para se fazer de seu noivo. Mas ele tem uma condição: eles irão conhecer a familia dele no Alaska. As risadas são garantidas quando eles chegam lá.

Marion Cotillard em Nine

Marion vive a esposa de Daniel Day-Lewis, que vive Fellini no musical. No elenco ainda aparecem Nicole Kidman, Penélope Cruz, indicada ao Globo de Ouro de Atriz Coadjuvante, e Kate Hudson. O filme é dirigido por Rob Marshall.

Julia Roberts em Duplicidade

Duplicidade é um longa de espionagem estrelado por Julia Roberts e Clive Owen. O filme fala sobre um casal de espiões (Owen e Roberts) que manipulam uma corrida corporativa em torno de uma inovação médica que trará muitos lucros. O longa é dirigido e escrito por Tony Gilroy e ainda conta no elenco com Billy Bob Thornton, Tom Wilkinson e Paul Giamatti, que vivem os executivo das empresas espionadas.

Meryl Streep em Simplesmente Complicado

Filme com roteiro e direção de Nancy Meyers. O longa é uma comédia sobre amor, divórcio e tudo mais. Jane (Meryl Streep) é mãe de três filhos crescidos, dona de um restaurante/padaria, que tem uma relação amigável com seu ex-marido, o advogado Jake (Alec Baldwin). Mas quando Jane e Jake se encontram fora da cidade na graduação colegial do filho, as coisas começam a ficar complicadas. Com Steve Martin e John Krasinski também no elenco.

Meryl Streep em Julie & Julia

O filme é dirigido por Nora Ephron, e ttrata-se de uma verdadeira aula de boa interpretação e de culinária. Ele tenta seduzir agora o público europeu com uma trama baseada em histórias reais, sobre duas mulheres de épocas diferentes, apaixonadas por culinária e que decidem dedicar grande parte de suas vidas a transmitir seus conhecimentos.


Globo de Ouro 2010 – Melhor Ator em Musical/Comédia

Boa briga aqui também. Destaques para Matt Damon deixando de lado sua pose de galã e engordando 13 quilos para viver o vice-presidente de uma empresa agrícola que é investigada pelo FBI, Robert Downney Jr. na pele de Sherlock Holmes, Daniel Day-Lewis no musical Nine, que revive a história de Fellini; e Jospeph Gordon-Lewitt, no fofo 500 dias com ela.


Matt Damon em O Informante

Matt Damon vive Archer Daniels, um funcionário de uma empresa agrícola que decide ajudar o FBI como informante. Ele denuncia as irregularidades da empresa na qual é vice-presidente. Para o papel, o ator precisou engordar 13 quilos. O diretor é Steven Soderbergh, que também dirigiu a triologia Onze Homens e Um Segredo.

Daniel Day-Lewis em Nine

Nine é baseado no clássico autobiográfico de Fellini de 1963 “Fellini 8″, que acompanha a luta do diretor para desbloquear sua criatividade, depois de fazer o que ele considerou serem oito filmes e meio. Day-Lewis não quis aceitar o papel de início, por não saber cantar. Mas o diretor o forçou a assinar o contrato, e a equipe ensaiou oito semanas até ficar apta para o início das gravações.

Robert Downey Jr. em Sherlock Holmes

O ator vive no novo filme de Guy Ritchie o famoso detetive criado em 1887 por sir Arthur Conan Doyle. Ritchie dá ao ator um Sherlock Holmes repaginado: sem cachimbo, chapéu de caçador e a frase “elementar, meu caro Watson” – que era sempre usada para seu habitual parceiro, o médico John Watson, vivido por Jude Law. Uma montagem polêmica, que vem criando debates entre cinéfilos e fãs de Conan Doyle. Mas que mesmo assim rendeu uma indicação a Downey Jr.

Joseph Gordon-Levitt em 500 Dias com ela

Gordon-Levitt vive Tom Hansen, redator de cartões comemorativos que se apaixona pela ajudante de seu chefe, Summer, interpretada por Zoey Deschanel. Acompanhamos alguns dos 500 dias do casal, com direito aos ápices e às quedas do amor não correspondido dele, com uma trilha sonora impecável recheada de Smiths.


Michael Stuhlbarg em Um Homem Sério

A história conta a trajetória de Larry Gopnik (interpretado por Michael Stuhlbarg) um professor de física em uma universidade do Centro-Oeste que corre o riscco de perder o emprego, é traído por sua esposa e está o deixando para viver com um de seus colegas, também sustenta um irmão vagabundo e os seus filhos não são exemplos de boa educação. O filme é escrito e dirigido pelos irmãos Cohen.


Globo de Ouro 2010 – Melhor Atriz em Drama

O prêmio de melhor atriz no Globo de Ouro deste ano mostra atrizes que não estão sempre nos spots hollywoodianos, mas que trazem grandes atuações em seus currículos, como é o caso de Sandra Bullock, que ressurgiu em The Blind Side; Carey Mulligan, que fez uma das irmãs em Orgulho e Preconceito, aparece em Educação, trazendo muitos elogios da crítica; e Gabourey ‘Gabby’ Sidibe, no complicado papel de Clareece ‘Precious’ Jones.

Emily Blunt em The Young Victoria

“The Young Victoria”, do diretor canadense Jean-Marc Vallée, busca a novidade dos verdes anos de uma das monarcas mais ilustres da história, Vitória do Reino Unido. O paralelo com Elizabeth é inevitável: menina inocente cresce à margem de imensas intrigas palacianas, deve enfrentar conspirações internas para subir ao trono e nele se manter, além de, finalmente, definir o que fazer com sua vida amorosa. Emily Blunt, que foi a secretária ambiciosa de “O Diabo Veste Prada”, desincumbe-se competentemente.

Sandra Bullock em The Blind Side

O drama conta a história real de um adolescente pobre e sem educação que se torna jogador de futebol americano. Sandra Bullock não fazia um papel de destaque desde Miss Simpatia, que mesmo assim não foi um grande papel. Mas The Blind Side tem conquistado o público, chegando a ficar no topo das bilheterias americanas e rendendo esta indicação de melhor atriz para Sandra.

Helen Mirren em A Última Estação

A atriz faz a esposa de Tolstoi no filme The Last Station. Sua atuação vem sendo muito elogiada pela crítica, inclusive cotando-a como uma das indicadas ao Oscar. O filme traz a cinebiografia do último ano de vida do clássico escritor russo e do seu casamento turbulento com a condessa Sofya. Tolstoi é vivido por Christopher Plummer, também indicado ao Globo de Ouro.

Carey Mulligan em Educação

A traiz interpreta uma adolescente que se vê envolvida em um romance com um homem mais velho (Peter Sarsgaard). Carey também vem sendo considerada como uma forte possibilidade de indicação ao Oscar 2010 de Melhor Atriz. 2009 foi o ano em que a carreira dela ganhou destaque. No Festival de Cinema de Sundance, Carey foi considerada o grande nome do evento, por sua participação em Educação e em The Greatest.

Gabourey ‘Gabby’ Sidibe em Preciosa

Em Harlem, a jovem Claireece “Precious” Jones, grávida de seu segundo filho e sofre  com sérios problemas familiares de abuso sexual pelo pai, é convidada a frequentar uma escola alternativa, na qual vê a esperança de conseguir dar um novo rumo à sua vida. O filme é baseado no romance Push do escritor americano Sapphire.


Globo de Ouro 2010 – Melhor Ator em Drama

Grandes atores na disputa: os destaques vão para George Clooney, em Amor sem Escalas, cuja atuação vem sendo muito elogiada; Morgan Freeman em Invicto, na pele de Nelson Mandela; e Colin Firth, que vive George em A Single Man, o filme de Tom Ford. Difícil saber quem leva.

Jeff Bridges em Crazy Heart

O filme conta a história de Bad Blake (Jeff Bridges), um tragicômico cantor country que já teve mulheres demais, bebidas demais e anos demais. Quem enxerga o homem por trás do músico é uma jornalista, Jean (Maggie Gyllenhaal), que dá a Blake uma chance de redenção. Especula-se que Bridges leve um Oscar por este filme.

George Clooney em Amor sem Escalas

Clooney vive um especialista em demitir pessoas que viaja de cidade em cidade para dar sua consultoria à diversas empresas. Ryan Bingham voa de uma cidade a outra, de um hotel impessoal a outro, aplicando seu talento em diversas empresas – mas sem cuidar direito de sua vida pessoal. Quando não está no trabalho, ele gosta de passar o tempo em quartos de hotéis pouco conhecidos e cabines de vôos. Com uma carta de demissão na mesa de seu chefe, e a promessa de trabalho em uma misteriosa firma de consultoria, Bingham está perto de conquistar o seu principal objetivo: conseguir um milhão de milhas como passageiro.

Colin Firth em A Single Man

Firth vive um professor homossexual cujo parceiro morre em um acidente de carro. A Single Man é baseado no romance homônimo de Christopher Isherwood, é ambientado na Los Angeles dos anos 60 e conta o último dia da vida do professor, que decide se suicidar por achar que não pode viver sem o companheiro. O filme já rendeu a Firth um prêmio de melhor ator no festival de cinema de Veneza. Para o ator, o papel foi “uma perturbação de riquezas” — uma chance que, apesar dos 20 anos no show business, dificilmente aparece.

Morgan Freeman em Invicto

A África do Sul acabara de abolir o apartheid quando, em 1995, chegou à final da Copa do Mundo de Rúgbi e o primeiro presidente negro do país, Nelson Mandela, chegou ao coração dos compatriotas brancos ao assistir a partida com um uniforme dos ‘Springboks’. O filme Invictus do americano Clint Eastwood, onde Morgan Freeman vive Mandela, é dedicado a este momento antológico e estreará nos cinemas da África do Sul na sexta-feira, enquanto o país se prepara para ser a sede do grande evento esportivo do planeta, a Copa do Mundo de Futebol de 2010.

Tobey Maguire em Brothers

O filme conta a história de um homem, vivido por Maguire, que vai lutar na guerra do Afeganistão e é declarado desaparecido e morto. Seu irmão, interpretado por Jake Gyllenhaal, ovelha negra da família, passa a cuidar então da esposa do soldado. O desaparecimento do marido e o estreitamento das relações entre o irmão mais novo e a esposa vira um complicado triângulo amoroso.

UPDATE: coloquei a categoria errada no título. Desculpem, queridos leitores.


Globo de Ouro 2010 – Atriz Coadjuvante

Belíssimas e em atuações marcantes. O prêmio de atriz coadjuvante vai ser disputado por atrizes com personagens que chamaram a atenção em seus filmes, como Penélope Cruz inovando em sua carreira e arriscando o canto e a dança; e Juliane Moore, interpretando a melhor amiga de Colin Firth em A Single Man, o aclamado filme de Tom Ford.

Penélope Cruz em Nine

Tendo feito filmes de diversos gêneros, Penélope aparece agora em  Nine, explorando um novo campo – o dos musicais. Ela vive Carla, amante do diretor de cinema italiano Guido Contini. Nine é uma adaptação de um musical da Brodway que, por sua vez, foi inspirado no lendário filme 8 1/2 (1963), de Fellini.

Vera Farmiga em Amor sem Escalas

Vera contracena com George Clooney, sendo a versão feminina de Ryan Bingham. Sua personagem, Alex Goran, é uma mulher que consegue manipular as vontades de todos em prol de seus desejos. Eles têm um envolvimento ao longo da trama, por entre aeroportos e reuniões.


Anna Kendrick em Amor sem Escalas

A atriz faz o algoz de Clooney no filme. O ator, que vive um empresário especializado em demitir pessoas e viajar para executar seu trabalho, vê tudo ameaçado quando Natalie Keener, personagem de Anna, desenvolve um sistema de videoconferência onde as pessoas poderão ser demitidas sem que seja necessário deixar o escritório. Este sistema, caso seja implementado, põe em risco o emprego de Ryan. Ele passa então a tentar convencê-la do erro que é sua implementação, viajando com Anna para mostrar a realidade de seu trabalho.

Mo’Nique em Preciosa

O filme é baseado no livro Push, de Sapphire, que conta a história da adolescente negra Clareece “Precious” Jones. Analfabeta, vive no Harlem com sua desestruturada família. Mo’Nique interpreta sua mãe, desequilibrada. O filme já recebeu diversas premiações, como o título de melhor filme pela revista Rolling Stone, Prêmio de Júri, Prêmio Especial à Mo’Nique e Melhor Público no Festival de Sundance.

Julianne Moore em A Single Man

Charlotte é a melhor amiga de George, homem que tem um dia de sua vida contado no filme, após a morte de seu companheiro em um acidente de carro. O filme é dirigido por Tom Ford, estilista da Gucci, que estreia no cargo. O trabalho de Ford com arte de publicidade provavelmente o influenciou na sua abordagem da linguagem cinematográfica. Moore já possuía contato com Ford, mas ficou impressionada quando descobriu que ele havia adaptado o personagem de Charlotte especialmente para ela. Quando soube, na mesma hora aceitou o papel.


Globo de Ouro 2010 – Ator Coadjuvante

Os indicados para a premiação de melhor ator coadjuvante este ano são um belo destaque. Filmes com grandes atuações de Matt Damon, ao lado de um genial Morgan Freeman de Nelson Mandela; Chistopher Watz, o favorito para a premiação, com sua grande interpretação de um nazista em Bastardos Inglórios; mas ainda temos Christopher Plummer fazendo Tolstoi. A briga é boa.

Matt Damon em Invicto

O novo filme de Clint Eastwood traz a história de Nelson Mandela e seu envolvimento com o time de rugby da África do Sul para acabar com o apartheid. Damon faz o papel de Francois Pineaar, capitão da seleção sul africana de rugby. O presidente recém-empossado é interpretado por Morgan Freeman, e ambas as atuações estão sendo muito elogiadas pela crítica.

Woody Harrelson em O mensageiro

O filme, sobre a Guerra do Vietnã, traz a história de dois soldados que são mensageiros das mortes para as famílias. Eles percorrem o país avisando os parentes dos acontecimentos. Harrelson aparece como o superior, que chega até a se envolver com uma viúva.

Christopher Plummer em A Última Estação

O veterano Christopher Plummer é indicado a ator coadjuvante por sua participação como Tolstoi no filme que conta os últimos anos de vida do escritor. O filme é uma adaptação da obra de Jay Parini sobre os últimos dias da vida de Tolstói. No elenco, também aparecem Helen Mirren, Paul Giamatti, Anne-Marie Duff e James McAvoy. A direção é de Michael Hoffman.

Stanley Tucci em Visto do Céu

Baseado no livro “Uma Vida Interrompida – Memórias de um Anjo Assassinado”, escrito por Alice Sebold, o longa-metragem acompanhará Susie Salmon, uma menina de 14 anos que, após sofrer estupro e assassinato, acompanha do céu a sua família, assim como as tentativas frustradas implementadas pela polícia de encontrar o assassino. Harvey, vivido por Tucci, é o vizinho da garota assassinada e, aparentemente, possui alguma conexão com o delito.

Christoph Waltz em Bastardos Inglórios

Waltz é o favorito para esta premiação. A crítica e o público não deixam de comentar um segundo sequer sua interpretação de Hans Landa. O ator roubou a cena de Brad Pitt e até ganhou o prêmio de Melhor Ator no Festival de Cannes do ano passado. Os boatos dizem que a excelente performance também lhe rendeu o papel de Besouro Verde. Tarantino penou para achar o ator certo para o papel, e quando encontrou, teve muita sorte.


Globo de Ouro 2010 – Melhor Roteiro

Melhor roteiro é a premiação sempre ligado ao melhor filme. Porque, afinal de contas, um filme bem contado é um bom filme. Primeiramente vamos falar aqui dos melhores roteiros. Os indicados vão de Distrito 9, de uma dupla iniciante, mas com um belo projeto nas mãos; Guerra ao Terror, também do iniciante Boal e seu retrato da guerra do Iraque; Bastardos Inglórios, de Tarantino, que é sempre um Tarantino; e duas comédias românticas que estão muito bem cotadas pelos críticos.

Confira:

Distrito 9

O filme, que fala sobre a história de um homem que está ligado a um projeto que esconde extra-terrestres em Johannesburgo e é infectado por um deles, é dos estreantes Neill Blomkamp e Terri Tatchell, convidados pelo produtor Peter Jackson para escrever e dirigir o filme. Neill Blomkamp também é diretor do filme, e coloca duas de suas paixões no roteiro:  a história de seus país (ele é sul-africano) e ficção científica.

Guerra ao Terror

Mark Boal também não é um roteirista veterano, mas sua história também conquistou um espacinho na premiação da Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood. O filme de Boal é mais um da série de “Iraq moveis”, novo estilo que vem dominando a produção cinematográfica americana. O filme recebeu boas críticas por retratar a guerra de maneira fiel, com suas angústias e dramas de quem conta os segundos como forma triunfal contra a morte.


Bastardos Inglórios

Quentin Tarantino está de volta. Agora, com um filme que fala sobre a Segunda Guerra, combinando histórias de opressão, infames, verídicas e heróicas. O forte de Bastardos Inglórios são os estereótipos divertidos e como sempre, polêmicos. E Tarantino não está parado: enquanto tocava Bastardos Inglórios, já deixou engatilhado a terceira parte de Kill Bill.

Simplesmente Complicado

Nancy Meyers: junto com Tarantino faz o time dos roteiristas veteranos nesta lista de indicados. Meyers traz a história de Jane e Jake, casal separado há dez anos e que tem um revival. A diretora e roteirista é especialista em comédias românticas, e neste filme conta com o talento dos também veteranos Meryl Streep e Alec Baldwin.

Amor sem Escalas

Da dupla Jason Reitman e Sheldon Turner, o filme fala sobre um homem que oscila entre o trabalho – demitir pessoas e cortar gastos – e suas viagens, que está relacionada a uma de suas metas da vida: acumular um milhão de milhas aéreas. Reitman está há um pouco mais de dez anos no mundo dos roteiros e também é o roteirista de Obrigado por Fumar. Seu parceiro, Sheldon, é iniciante, mas já está envolvido no projeto de X Men Origins que contará a história de Magneto.


Globo de Ouro 2010 – Melhor Canção Original

Melhor canção é quase sempre uma incógnita. Tirando canções que cativam o público forte e as premiações acabam sendo apenas reflexos desse gosto, em geral acama surpreendendo. Difícil decidir entre Paul McCartney em Estão Todos Bem, “Cinema Italiano”, da trilha do novo musical de Rob Marshall, o aguardado Nine ou mesmo I See You, canção de Avatar, que repetirá o estrondo causado por Celine Dion e sua “My Heart Will Go On”? Ouçam cada uma delas e escolha a sua.

The Weary Kynd  – Ryan Bingham para Crazy Heart

(I Want to) Come Home – Paul McCartney para Estão Todos Bem

Cinema Italiano – Maury Yeston para Nine (na voz de Kate Hudson)

Winter – U2 para Brothers

I See You – Leona Lewis para Avatar


Globo de Ouro 2010 – Melhor Filme Estrangeiro

A premiação de filme estrangeiro sempre mostram movimentos interessantes que acontecem no cinema ao redor do mundo. Almodóvar já é referência no cinema latino espanhol, e é indicado pela terceira vez. Mas o diretor não é favorito absoluto, uma vez que A Fita Branca, vencedor da Palma de Ouro em Cannes também está na parada. Sem esquecer de Um profeta, também destaque em Cannes e que recebeu o prêmio de melhor filme no Festival de Londres.

Os indicados:

Abraços Partidos

Almodóvar é sempre Almodóvar. Genial. O filme traz pela primeira vez na filmografia do cineasta um drama masculino: um escritor sofre um acidente em que fica cego e perde sua esposa. Sua decepção é tão grande que resolve matar sua identidade, Mateo Blanco, e adota o pseudônimo com o qual assina seus livros, Harry Caine. Quatorze anos depois, ele conta a história para o filho que não conhece.

A fita branca

Pouco antes da Primeira Guerra Mundial, em uma vila no norte da Alemanha, começam a ocorrer estranhos eventos que perturbam a pequena cidade. Um celeiro é incendiado, o cavalo do médico  é atacado e duas crianças são sequestradas e torturadas. O professor do coro infantil investiga o caso e tudo leva a crer que está acontecendo um ritual de punição e as crianças podem estar envolvidas.

A Criada

A história de como uma empregada chamada Raquel, que já trabalhou por mais de 20 anos, em uma família rica chileno, redescobre-se. “La Nana” é um microcosmo inteligente da hierarquia social, enquanto Latina, enfocando também a jornada de uma mulher a libertar-se de uma servidão mental de sua própria fabricação.

Um profeta

Condenado por seis anos de prisão, Malik El Djebena é analfabeto. Ele tem apenas 19 anos e está completamente só. O descendente de árabe é pressionado pelo líder de uma gangue que comanda a prisão, recebe uma série de missões para cumprir. Com o passar do tempo fica mais forte e ganha a confiança do líder, mas Malik é corajoso e aprende rápido, secretamente bola seus próprios planos. É a aposta da França para o Oscar 2010.

Baaria

O filme italiano também é a aposta do país para o Oscar de Filme Estrangeiro. Ele fala sobre um olhar crítico da violência das autoridades facistas nos anos de 30 e 40 e também critica a atuação do Partido Comunista Italiano, que foi um de seus principais opositores. Orçada em US$ 30 milhões, é uma das produções mais caras da Itália nos últimos tempos.


Globo de Ouro 2010 – Melhor Animação

A animação viveu um ano glorioso no mundo todo. Novas produções, investimentos pesados dos estúdios tanto em filmes para crianças quanto para adultos. E o fenômeno do 3D, que gerou uma reviravolta nos cinemas do mundo todo (prova disso é o enorme sucesso de A Era do Gelo 3 no Brasil e o buzz enorme gerado por Avatar). Com isso, a categoria reúne cinco grandes filmes no Globo de Ouro 2010. O favorito, a última produção da Pixar, Up, comoveu adultos e crianças mas filmes como o Fantástico Sr, Raposo podem surpreender e levar o prêmio. Confira cada um dos indicados:

Tá Chovendo Hambúrguer

Estreia da Sony em filmes 3D tem como protagonista o nerd Flint Lockwood, que desenvolve uma máquina que transforma chuva em comida. Feito para nerds. É recheado de referências aos anos 80 e cheio de detalhes que agradam em cheio a esse público.

Coraline
Esqueça o clima infantil. Coraline, baseada na obra de Neil Gaiman, conta a história da menina Coraline que atravessa uma porta em sua casa nova e entra em uma realidade paralela – e um tanto quanto deturpada de seu mundo. O filme, bastante bonito, teve uma carreira fraca, infelizmente, apesar de ser uma ótima obra.

O Fantástico Sr. Raposo
Filme de Wes Anderson, conta a história da crise do jornalismo impresso por meio de uma família de raposas. A animação, apesar do ar de fábula pelos animais-humanos, é denso e bastante adulto e em nada deve para uma obra com atores reais.

A Princesa e o Sapo
Aposta da Disney nos clássicos. O filme traz a primeira protagonista negra da história do estúdio e mostra Tiana, uma jovem em Nova Orleans e seu príncipe sapo. Referências clássicas como vilões, animais falantes e grandes e lindos musicais são constantes na obra, que busca resgatar o que há de mais tradicional na história do estúdio.

Up
Grande jogada da Pixar, conta a jornada de Carl Fredricksen e seus companheiros Kevin, Doug e Russell em busca de um paraíso tropical. Bastante sensível o filme cativou platéias pelo mundo afora graças ao ótimo humor de suas personagens e também à densidade dramática de Carl e sua esposa Ellie. Obra-prima das maiores do estúdio.


Indicados ao Globo de Ouro 2010

Acaba de sair a lista com os indicados ao Globo de Ouro 2010! Muita coisa boa por aí…

Veja abaixo os indicados (conferi a lista aqui):

Best Motion Picture – Drama

- Avatar (2009)
- The Hurt Locker (2008)
- Inglourious Basterds (2009)
- Precious: Based on the Novel Push by Sapphire (2009)
- Up in the Air (2009/I)

Best Motion Picture – Musical or Comedy

- (500) Days of Summer (2009)
- The Hangover (2009)
- It’s Complicated (2009)
- Julie & Julia (2009)
- Nine (2009)

Best Performance by an Actor in a Motion Picture – Drama

- Jeff Bridges for Crazy Heart (2009)
- George Clooney for Up in the Air (2009/I)
- Colin Firth for A Single Man (2009)
- Morgan Freeman for Invictus (2009)
- Tobey Maguire for Brothers (2009/I)

Best Performance by an Actress in a Motion Picture – Drama

- Emily Blunt for The Young Victoria (2009)
- Sandra Bullock for The Blind Side (2009)
- Helen Mirren for The Last Station (2009)
- Carey Mulligan for An Education (2009)
- Gabourey ‘Gabby’ Sidibe for Precious: Based on the Novel Push by Sapphire (2009)

Best Performance by an Actor in a Motion Picture – Musical or Comedy

- Matt Damon for The Informant! (2009)
- Daniel Day-Lewis for Nine (2009)
- Robert Downey Jr. for Sherlock Holmes (2009)
- Joseph Gordon-Levitt for (500) Days of Summer (2009)
- Michael Stuhlbarg for A Serious Man (2009)

Best Performance by an Actress in a Motion Picture – Musical or Comedy

- Sandra Bullock for The Proposal (2009/I)
- Marion Cotillard for Nine (2009)
- Julia Roberts for Duplicity (2009)
- Meryl Streep for It’s Complicated (2009)
- Meryl Streep for Julie & Julia (2009)

Best Performance by an Actor in a Supporting Role in a Motion Picture

- Matt Damon for Invictus (2009)
- Woody Harrelson for The Messenger (2009/I)
- Christopher Plummer for The Last Station (2009)
- Stanley Tucci for The Lovely Bones (2009)
- Christoph Waltz for Inglourious Basterds (2009)

Best Performance by an Actress in a Supporting Role in a Motion Picture

- Penélope Cruz for Nine (2009)
- Vera Farmiga for Up in the Air (2009/I)
- Anna Kendrick for Up in the Air (2009/I)
- Mo’Nique for Precious: Based on the Novel Push by Sapphire (2009)
- Julianne Moore for A Single Man (2009)

Best Director – Motion Picture

- Kathryn Bigelow for The Hurt Locker (2008)
- James Cameron for Avatar (2009)
- Clint Eastwood for Invictus (2009)
- Jason Reitman for Up in the Air (2009/I)
- Quentin Tarantino for Inglourious Basterds (2009)

Best Screenplay – Motion Picture

- District 9 (2009): Neill Blomkamp, Terri Tatchell
- The Hurt Locker (2008): Mark Boal
- Inglourious Basterds (2009): Quentin Tarantino
- It’s Complicated (2009): Nancy Meyers
- Up in the Air (2009/I): Jason Reitman, Sheldon Turner

Best Original Song – Motion Picture

- Crazy Heart (2009): T-Bone Burnett, Ryan Bingham(“The Weary Kind”)
- Everybody’s Fine (2009): Paul McCartney(“(I Want To) Come Home”)
- Nine (2009): Maury Yeston(“Cinema Italiano”)
- Brothers (2009/I)(“Winter”)
- Avatar (2009)(“I See You”)

Best Original Score – Motion Picture

- The Informant! (2009): Marvin Hamlisch
- Up (2009): Michael Giacchino
- Where the Wild Things Are (2009): Carter Burwell, Karen Orzolek
- Avatar (2009): James Horner
- A Single Man (2009): Abel Korzeniowski

Best Animated Film

- Cloudy with a Chance of Meatballs (2009)
- Coraline (2009)
- Fantastic Mr. Fox (2009)
- The Princess and the Frog (2009)
- Up (2009)

Best Foreign Language Film

- Los abrazos rotos (2009)
- Das weisse Band – Eine deutsche Kindergeschichte (2009)
- La nana (2009)
- Un prophète (2009)
- Baarìa (2009)

Best Television Series – Drama

- “Big Love” (2006)
- “Dexter” (2006)
- “House M.D.” (2004)
- “Mad Men” (2007)
- “True Blood” (2008)

Best Television Series – Musical or Comedy

- “Entourage” (2004)
- “Glee” (2009)
- “The Office” (2005)
- “Modern Family” (2009)
- “30 Rock” (2006)

Best Mini-Series or Motion Picture Made for Television

- Georgia O’Keeffe (2009) (TV)
- Grey Gardens (2009) (TV)
- Into the Storm (2009) (TV)
- “Little Dorrit” (2008)
- Taking Chance (2009) (TV)

Best Performance by an Actor in a Mini-Series or a Motion Picture Made for Television

- Kevin Bacon for Taking Chance (2009) (TV)
- Kenneth Branagh for “Wallander” (2008)
- Brendan Gleeson for Into the Storm (2009) (TV)
- Jeremy Irons for Georgia O’Keeffe (2009) (TV)
- Chiwetel Ejiofor for Endgame (2009)

Best Performance by an Actress in a Mini-Series or a Motion Picture Made for Television

- Joan Allen for Georgia O’Keeffe (2009) (TV)
- Drew Barrymore for Grey Gardens (2009) (TV)
- Jessica Lange for Grey Gardens (2009) (TV)
- Anna Paquin for The Courageous Heart of Irena Sendler (2009) (TV)
- Sigourney Weaver for Prayers for Bobby (2009) (TV)

Best Performance by an Actor in a Television Series – Musical or Comedy

- Alec Baldwin for “30 Rock” (2006)
- Steve Carell for “The Office” (2005)
- David Duchovny for “Californication” (2007)
- Thomas Jane for “Hung” (2009)
- Matthew Morrison for “Glee” (2009)

Best Performance by an Actress in a Television Series – Musical or Comedy

- Toni Collette for “United States of Tara” (2009)
- Courteney Cox for “Cougar Town” (2009)
- Edie Falco for “Nurse Jackie” (2009)
- Tina Fey for “30 Rock” (2006)
- Lea Michele for “Glee” (2009)

Best Performance by an Actor in a Television Series – Drama

- Simon Baker for “The Mentalist” (2008)
- Michael C. Hall for “Dexter” (2006)
- Jon Hamm for “Mad Men” (2007)
- Hugh Laurie for “House M.D.” (2004)
- Bill Paxton for “Big Love” (2006)

Best Performance by an Actress in a Television Series – Drama

- Glenn Close for “Damages” (2007)
- January Jones for “Mad Men” (2007)
- Julianna Margulies for “The Good Wife” (2009)
- Anna Paquin for “True Blood” (2008)
- Kyra Sedgwick for “The Closer” (2005)

Best Performance by an Actor in a Supporting Role in a Series, Mini-Series or Motion Picture Made for Television

- Michael Emerson for “Lost” (2004)
- Neil Patrick Harris for “How I Met Your Mother” (2005)
- William Hurt for “Damages” (2007)
- John Lithgow for “Dexter” (2006)
- Jeremy Piven for “Entourage” (2004)

Best Performance by an Actress in a Supporting Role in a Series, Mini-Series or Motion Picture Made for Television

- Rose Byrne for “Damages” (2007)
- Jane Adams for “Hung” (2009)
- Jane Lynch for “Glee” (2009)
- Janet McTeer for Into the Storm (2009) (TV)
- Chloë Sevigny for “Big Love” (2006)

Vamos fazer uma série de posts aqui comentando as indicações, com alguns comentários e quem achamos que pode levar. Amanhã começa, acompanhem! =)


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.