Antoine de Saint-Exupéry

Ele é o pai da infância. E isso não é pouco mesmo. Uma única obra sua faz gerações e gerações aprenderem valores, moral, ética e, sobretudo amor e paixão. Antoine de Saint-Exupéry, autor do histórico O Pequeno Príncipe.

Filho do Conde Jean de Saint-Exupéry e de Maria Foscolombe escreve poemas desde os 12 anos. Em 1921 ingressa no serviço militar, no 2º Regimento de Aviação de Estrasburgo. Foi piloto atyé o ano de 1944 quando faleceu durante uma missão de reconhecimento entre Grenoble e Annecy.

São de sua autoria os livros O aviador (1926), Correio do Sul (1928), Vôo Noturno (1931), Terra de Homens (1939), Piloto de Guerra (1942), Cidadela (1948) e Cartas ao Pequeno Príncipe, as duas últimas póstumas. Mas sua grande obra nasceu em 1943, um ano antes de sua morte.

Escrito durante um período de exílio nos Estados Unidos, é um livro, a princípio bastante simples: a história de um príncipe que vive sozinho em seu planeta e viaja por uma série de outros planetas. E é nesse ponto que o livro encanta. Cada um dos planetas que ele passa, encontra uma personagem com quem conversa e toda a filosofia do autor é exposta. O rei, o contador, o geógrafo, a raposa, a rosa, o adulto solitário, a serpente, mostram ao Pequeno Príncipe e aos leitores como se tornar um ser humano melhor. Leitura recomendada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s