Oscar 2010 – Melhor Roteiro Adaptado

Grandes nomes concorrem na categoria de Melhor Roteiro Adaptado. Amor sem escalas, filme sensação da temporada ao lado de Guerra ao Terror (até por eu Avatar acaba ficando um nível acima do bem e do mal nessas discussões), concorre com os bem sucedidos Educação de Nick Hornby, Distrito 9 (surpresa de 2009), In the Loop e o singelo Preciosa, que arranca elogios por onde passa.

Distrito 9
O filme de Neil Blomkamp, com roteiro em parceria com Terri Tatchell, cativou público ao mostrar uma visão diferente do eu seria uma invasão de seres extraterrestres no planeta. Impactante, Distrito 9 tem a seu favor não apenas o roteiro em si, mas o aval de Peter Jackson, principal nome ligado ao filme.

Educação
O roteiro de Nick Hornby de Educação é definitivamente festejado pelos fãs de cinema. O filme se passa na década de 60 e trata da vida de Jenny (Carey Mulligan), jovem de 16 anos que se apaixona por um homem mais velho, David (Peter Sarsgaard) e se vê dividida entre o novo mundo eu esse homem lhe apresenta e sua educação tradicional.

In the Loop
O texto de Jesse Armstrong é uma sátira sobre uma possível guerra entre os Estados Unidos e a Inglaterra. O filme parodia as agências de serviço secreto dos dois países e conta com nomes no elenco como James Gandolfini, Chris Addison e Paul Higgins.

Preciosa

Um dos mais aclamados filmes, pela extrema sensibilidade do roteiro de Geoffrey Fletcher adaptado da obra de Saphire, conta a história de Precious, garota de 16 anos, negra, obesa, analfabeta, grávida do próprio pai e vitima constante de abusos da mãe. Só por essa descrição já é clara a força do roteiro, feito para emocionar platéias.

Amor sem escalas
Da dupla Jason Reitman e Sheldon Turner, o filme fala sobre um homem que oscila entre o trabalho – demitir pessoas e cortar gastos – e suas viagens, que está relacionada a uma de suas metas da vida: acumular um milhão de milhas aéreas. Apesar do nome meloso nacional, o filme é extremamente reflexivo e as atuações conduzem muito bem a obra toda.

3 responses

  1. cinebuteco

    Bons concorrentes e de maneira geral a disputa está em aberto. De qualquer modo, meu voto é de Up In The Air. Pelo menos este oscar, este projeto merece levar.

    18/02/2010 às 12:23 PM

  2. marina

    Up não está concorrendo por melhor roteiro adaptado, mas por melhor roteiro original.

    05/03/2010 às 4:40 PM

  3. André Sobreiro

    Exatamente! Up não, mas Up in the air, citado pelo Fernando sim…

    06/03/2010 às 4:51 AM

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s