Oscar 2010 – Melhor Diretor

Para encerrar nossos posts de preparação para a premiação de hoje à noite, fazemos um levantamento dos diretores que concorrem à estatueta. Tem briga de ex-casal, diretor injustiçado pela Academia, tem iniciante, mas com gabarito, e segunda vez na história da premiação que um cineasta negro é indicado. Imperdível.

James Cameron, “Avatar”

Acompanhando o favoritismo, Cameron deve levar o prêmio de melhor diretor junto com o de Melhor Filme. O diretor é aclamado pela Academia por conseguir fazer grandes produções bilionárias e sucessos mundiais.  O diretor leva para a premiação uma produção na qual dedicou quinze anos de produção e a criação de novas técnicas na produção 3D.

Kathryn Bigelow, “Guerra ao Terror”

A ex-mulher de James Cameron conseguiu feitos louváveis com seu filme, para começar, a visão diferenciada da guerra. Este trabalho, raro entre as mulheres, que não povoam o chamado cinema de ação, pode lhe render um prêmio inédito para as mulheres, na véspera de seu dia.


Quentin Tarantino, “Bastardos Inglórios”

Tarantino e sua maneira de revolucionar o cinema trouxe sua leitura da Segunda Guerra Mundial. Humor e violência repletos de referências, com os diálogos de Brad Pitt e as mortes causadas por Christoph Waltz, são o destaque do filme, garantindo as indicações para Tarantino.

Lee Daniels, “Preciosa”

Lee Daniels traz a história adaptada do livro da escritora Sapphire, “Preciosa”, que conta a história de uma adolescente negra e obesa do subúrbio, que sofre abusos sexuais e violência doméstica. Ela recupera a auto-estima e o controle de sua vida graças a ajuda de uma professora dedicada, em uma escola de educação alternativa. O diretor foi agraciado em diversas premiações, como o Bafta e o Festival de Sundance.

Jason Reitman, “Amor Sem Escalas”

Reitman é um diretor ainda iniciante no grande mundo do cinema, mas tem na bagagem produções como Juno e Obrigado por Fumar. Este ano, chega com Amor sem Escalas, que na tradução transpareceu um ar de comédia romântica que o filme não tem. Um filme sobre a vida e suas reviravoltas, que Reitman sobre escrever e dirigir muito bem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s