Uma noite fora de série

Por Paula Lopes

No último dia 9, “Uma noite fora de série” chegou às telas de cinema trazendo muitas expectativas sobre a atuação de Steve Carell e Tina Fey em mais uma comédia hollywoodiana. O ator, conhecido por suas performances em “O todo poderoso” e “Agente 86”, além de estrelar a famosa série americana “The Office”, é um esbanjador de humor clássico, daqueles que tem como representação máxima Jim Carrey e Ben Stiler. Fey, famosa por atuar em “30 Rock”, série que mostra os bastidores de um programa de variedades, e em “Saturday Night Life”, é de um humor mais elegante, que acompanha o próprio glamour feminino da atriz.

O filme conta a história do casal Phil e Claire Foster, com aquela vida ordinária comum em todo o mundo, imposta pela rotina de trabalho e criação dos filhos. Em busca de se reaproximar da esposa, o marido resolve comemorar o aniversário de casamento dos dois em um restaurante badaladíssimo no centro de Nova York, sem, contudo, fazer a reserva da mesa. O que restou ao casal foi se fazer passar por outras duas pessoas, que possuíam lugar reservado, mas não estavam presentes. Isso tudo sem saber que estavam assumindo a identidade de dois personagens perseguidos por capangas de um mafioso.

O roteiro, como é fácil perceber, não surpreende por si só. É só mais um dos componentes das típicas comédias americanas. O filme foi salvo mesmo pela atuação dos protagonistas, que mesmo tendo algumas tiradas previsíveis, souberam surpreender em alguns momentos. Exemplo mor disso são as cenas em que o casal simula a conversa de outras pessoas baseado apenas em gestos e movimentos labiais. O resultado da brincadeira é sempre uma surpresa (das mais engraçadas) para o espectador.Enfim, o que realmente contou para o sucesso nas bilheterias do mundo todo, foi o entrosamento de Steve Carell e Tina Fey, responsáveis por mais um final feliz.

E se você está se perguntando, “Será que devo sair de casa e assistir ‘Uma noite fora de série’ no cinema mais próximo?”, a resposta é simples. Claro! Principalmente naqueles dias em que não se preocupar com nada e rir da desgraça alheia fazem parte da sua listinha de afazeres.

One response

  1. cinebuteco

    EU quero ver! Li algumas críticas negativas com relação ao filme, principalmente do fraco roteiro, mas com Tina Fey e Steve Carell não dá pra não ver. Estranho é vê-los tão badalados e ainda aceitar projetos com roteiros fracos…

    19/04/2010 às 10:48 AM

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s