Posts tagged “Anne Hathaway

Rio é estrela da nova animação de Carlos Saldanha

E os fãs do trabalho do animador brasileiro Carlos Saldanha, diretor dos filmes A Era do Gelo 2 e 3 (no primeiro, Saldanha foi o co-diretor), já aguardam ansiosos a chegada de sua nova animação. Isso pois, além de seu talento, sua mais recente obra tem como centro a cidade do Rio de Janeiro.

Rio, conta a história da arara azul Blu, que acreditava ser a última de sua espécie. Entretanto, ao conhecer a fêmea Jewel, ele retoma sua vida e juntos viajam até a cidade carioca. E é em torno da jornada e do aprendizado dos dois que a trama se desenrola.

Na cidade, as imagens incluem as maiores belezas naturais e o Rio é retratado com toda a exuberância que a cidade pode oferecer. No time de dubladores Anne Hathaway assume o papel de Jewel enquanto Jesse Eisenberg vive o protagonista Blu. O brasileiro Rodrigo Santoro completa o elenco. A estreia brasileira, em 3D também, obviamente, está marcada para 8 de abril.

Anúncios

Viagra é estrela em Love and Other Drugs

E a mais que famosa pílula azul, o Viagra, virou filme. E o mais curioso, uma comédia romântica. Pelo menos é isso o que promete o filme Love and Other Drugs, com direção de Edward Zwick responsável por Diamante de Sangue e O Último Samurai.

Baseado no livro Hard Sell: The Evolution of a Viagra Salesman, de Jamie Reidy, conta a história de um vendedor de Prozac que vê a mulher com quem está envolvido ter um caso com um vendedor de Viagra. Entrelaçam o enredo personagens ligados à indústria farmacêutica e suas práticas como um médico sem escrúpulos e um representante dos laboratórios farmacêuticos que busca aumentar as vendas a qualquer custo.

No trio de protagonistas, os nomes de Gabriel Match como o vendedor de Prozac, Anne Hathaway, como Maggie, a esposa que sofre de Alzheimer e Jake Gyllenhaal, como Jamie o amante que vende a pílula azul (e o par de Brokeback Mountain se repete!). Completam o elenco Hank Azaria e Oliver Platt.

A estreia brasileira de Love and Other Drugs está prevista para 14 de janeiro do próximo ano.


Alice no País das Maravilhas

Escrevi o primeiro post sobre a Alice de Tim Burton em agosto de 2008. na época, o nome de Mia Wasikowska acabava de ser apresentado como a protagonista do filme. De lá pra cá, uma sucessão de notícias, posts e tweets criaram uma expectativa sem tamanho sobre o filme. Por isso mesmo, antes de entrar na sala, a ansiedade era enorme, mas, ainda assim, prometi para mim mesmo desligar de toda a avalanche de informações e aproveitar a experiência. E não poderia ter feito melhor.

Alice no País das Maravilhas não é a obra máxima de Tim Burton e muito menos do cinema. Ainda assim é um excelente filme. Para a composição de sua obra, Burton colocou uma Alice com 19 anos de idade sem lembranças de sua primeira estada naquele lugar e suas pessoas. Entretanto, todos aqueles contrários à Rainha Vermelha, aguardam a chegada de Alice e sua batalha contra o Jaguadarte no Dia Frabuloso.

E em torno dessa jornada que o filme se constrói. Dissecando em partes, a ambientação visual é um verdadeiro espetáculo visual. Cenários, maquiagens e figurinos estão verdadeiramente impecáveis criando um universo paralelo completamente envolvente para o espectador.

Outro ponto forte são os personagens animados. O coelho, o gato, a lagarta e muitos outros que povoam a imaginação infantil de todos nós são perfeitamente desenvolvidos e as vozes especiais de Alan Rickman, Michael Sheen, Christopher Lee e muitos outros, tornam cada um deles bastante individuais.

Por fim o elenco. Mia Wasikowska claramente se aproveitou de sua pouca experiência para levar às telas uma Alice insegura e indecisa. A dupla de rainhas, Anne Hathaway e Helena Bonham Carter, é bastante diferente e as duas atrizes criaram personagens divertidas e bastante caricatas, fundamental para a obra. Por fim, o parceiro mor de Burton e destaque das divulgações, Johnny Depp, como o Chapeleiro Louco me causou uma pequena decepção. Sua personagem começa o filme muito carregado e cheio dos maniqueísmos clássicos de Depp. A sensação é a de que ele se apoiou em ferramentas já conhecidas até realmente entender a personagem e sua complexidade, quando se torna bastante cativante.

Essa pequena falha, porém, não tira o brilho do filme. Alice no País das Maravilhas é um entretenimento dos bons, que prendem o espectador o filme todo e termina com um sorriso gostoso no rosto. Para os chatos de plantão, lembre-se que é apenas um filme de entretenimento. Assistam com esse olhar e se entretenham. Vale a pena.


Especial Alice – Atores

Alice no País das Maravilhas, de Tim Burton, é algo muito além de seu diretor e suas fantasias. O elenco do filme é formado por um misto de nomes famosos e anônimos. De velhos parceiros de Burton e gente estreando nos filmes do diretor. A estrela máxima é Mia Wasikowska, já falada aqui no blog.

Johnny Depp
Além de todos os filmes da parceria, Depp é a estrela da quadrilogia Piratas do Caribe na pele de Jack Sparrow. Em 2009, viveu o gangster John Dillinger em Inimigos Públicos. Seus próximos trabalhos são The Tourist, ao lado de Angelina Jolie e Paul Bettany e um provável Sin City 3, de Robert Rodriguez.

Helena Bonham Carter
A esposa de Burton é definitivamente marcada pelas participações em filme do marido. Helena, porém, possui uma carreira sólida com filmes como o último Terminator no currículo. A traiz também é nome confirmado no final da saga Harry Potter, como Belatrix Lestrange.

Anne Hathaway
De jovem princesa em filme Disney a uma drogada em O Casamento de Rachel, Anne Hathaway construiu uma carreira bastante diversa, passando por filmes como O Segredo de Brokeback Mountain e O Diabo Veste Prada. Os fãs da atriz poderão esperar mais dela em Love and Other Drugs, novamente com Jake Gyllenhaal e a voz da nova animação do brasileiro Carlos Saldanha, Rio.

Além disso, o elenco conta com nomes como Crispin Glover, Matt Lucas, Stephen Fry, Alan Rickman e Michael Sheen.